[Você pode ler este texto ao som do Hobbie Stuart cantando “What’s my name?“] De verdade, meu bem, eu não acredito que você exista. Mas cheguei à conclusão de que, se não for por amor, que seja por você. Que eu te encontre num dia ensolarado, nublado, chuvoso, com névoa e te diga alguma coisa. …

[Você pode ler este texto ao som de “Você vai lembrar de mim”] Parece que foi há tempos atrás. Em uma época que remetia às aventuras dos mais destemidos heróis da Idade Média e aos romances noir em preto e branco. Aliás, acho que aqueles filmes tinham um quê de mais reais do que os coloridos …

Não é de hoje e nem de tempos recentes que o mito do príncipe encantado existe na cultura feminina. Essa figura que remete à perfeição e concentra todos os desejos femininos de bom partido é utilizada massivamente em todo lugar. Eles são mostrados em desenhos infantis, em filmes fantasiosos, em versões modernas da literatura, em …

[Ela era assim e você pode conhecer a nova fase dela ao som de The Girl] Olha a menina. Entre tantos rodopios e saltos, entre tantas valsas e ballets, ela finalmente caiu. Dessa vez não resistiu ao entregar o coração ao último que prometeu amor eterno. Perdeu a graça na sequência de movimentos que a coreografia …

São quase nove horas. Eu pedi para que ela não se atrasasse. Se viesse, eu ficaria. Se não voltasse, eu iria embora de vez. É estranho isso tudo depois de idas e vindas nessa estação. Foi aqui que nos conhecemos depois de uma longa viagem pela Europa. E foi aqui também que nos colocamos à …

Eu vivo numa cidade dos amantes. Aqui se encontram os mais perfeitos tipos de amantes que se possa imaginar. Desde os trágicos, inspirados em algum conto grego ou troiano, até os românticos incuráveis, regados a flores e declarações. O comércio aqui sobrevive dos amantes. São multinacionais de floriculturas, pólos industriais de chocolate e presentes, lojas …

Ô, mãe. A gente dá tanta volta no mundo pra quebrar a cara e dizer que vocês estavam certos. Eu lembro como se fosse hoje aquele dia em que eu te contei que meu sonho era virar ator e que eu tava indo embora em busca do meu sonho. Você chorou, lembra? Mas ao contrário …

Eu tenho uma crítica ao seu novo livro. Você já foi melhor para falar sobre relacionamentos, sobre as coisas que nos movem, sobre tudo o que acontece na tua cabeça e você sente melhor que todo mundo. Hoje em dia eu te vejo cansada de tentar falar sobre amor, sobre paixão, sobre ter olhos abertos …