A verdade sobre orgasmos múltiplos [+18]


 

Outro dia me deparei um com um texto nas internetes da vida que dizia mais ou menos assim “aprenda a ter orgasmos múltiplos em seis passos”. Minha primeira reação foi gargalhar e depois que parei de rir cliquei no link pra ver essa receita da “cereja do bolo do universo sexual”. Tinha um passo a passo tão metódico quanto ineficaz e fiquei imaginando quantas mulheres não teriam se decepcionado ao tentar transformar uma listinha de tópicos em uma das situações mais explosivas que acontecem entre quatro paredes.

Outra coisa que reparei era que o texto não explicava o que exatamente eram orgasmos múltiplos. Falava vagamente de uma “sensação indescritível” e só. Deixando a coitada da leitora mais do escuro do que ela já estava antes.

Sei que esse tipo de texto no fundo quer ajudar a mulher a se empoderar no sexo, sei que a intenção é boa. Mas ninguém se empodera de uma coisa que não sabe o que é. Ninguém toma o touro pelos chifres se não sabe onde o touro está e nem como ele é.

Achar que vai “ensinar” uma mulher a ter orgasmos múltiplos se ela nem sabe onde fica o seu clítoris é tão sem eficácia quanto entregar uma caixa de anticoncepcional na mão de alguém sem explicar como se usa.

Achar que isso é coisa que se “ensina” chega a ser ingênuo. E sexo lá é receita de bolo?

Se é pra empoderar, empoderemos! Maravilha, vamos lá! Quanto mais gente falando do assunto melhor. Mais gente fala, mais gente ouve. Mas só vamos nos certificar antes de que o que estamos falando pelo menos faz sentido pra quem está ouvindo, assim a gente tem certeza que esta ajudando e não só espalhando informação confusa por aí.

Agora vamos rebobinar esse assunto de orgasmos múltiplos e começar de onde você parou? Ou de onde você nunca nem começou? O que são, como acontecem e depois disso tudo taaaaalvez como ter um. Mas sem falsas promessas, beleza?
Vem ver esse vídeo do Kama Sussa que eu vou tentar acender essa luz pra você!

Comentários