Posts in category

Comportamento


[Você pode ler este texto ao som de Boys Don’t Cry] A música dos anos oitenta não faz o menor sentido. Não, eu não tenho a mínima base teórica-musical para solar meus argumentos numa discussão sobre isso, e na verdade, não falo em tom de crítica. Mesmo. O rock dessa época é o meu estilo …

0 846

[Você pode ler este texto ao som de No More Sad Songs] Quem nunca foi usado para satisfazer o prazer de alguém que poste a primeira indireta no Facebook. Todos nós já fomos vítimas de “saudade seletiva”, aquela que bate quando o tesão aperta e a pessoa do outro lado do WhatsApp sabe que é …

0 15.7k

Onde foi que eu estava com a cabeça quando deixei você entrar e bagunçar tudo desse jeito? Depois de passar uma vida inteira colocando as coisas no lugar, como te permiti entrar, revirar e me levar um pouco embora? Como eu, tão pé no chão, me permiti entrar nesse jogo de sedução, achando que brincadeiras …

0 4.1k

Senta aqui que a gente precisa falar de ansiedade. Não aquela vontade que a gente tem de que as coisas aconteçam logo, cheguem depressa, essa antecipação. Vamos falar de ansiedade mesmo, do problema, da angústia. Tá ficando cada vez mais difícil ignorar o cansaço crescente e os problemas que vem com ele. Na verdade, é …

0 14.9k

Se você teve um ataque de nervos só por ler a frase do título, esse texto é para você, companheiro de excesso de neura e de obsessão em fazer com que tudo seja sempre do seu jeito. Vou começar dizendo que fazer planos para o futuro é diferente de querer que tudo esteja sempre dentro …

0 4.4k

Vem cá que a gente precisa conversar. É sério, pode sentar e respirar fundo, porque eu tô falando com você. Você tá exausta. Exausta de ser a única a procurar, a demonstrar sentimentos, a se preocupar com o relacionamento (e aqui pode ser qualquer tipo, namoro, ficada, enfim, sem rótulos!) no qual você não deveria …

0 15.1k

Os espertos que me perdoem, mas ser trouxa é fundamental. Não estou falando apenas em nível do crescimento pessoal que só um papelão de trouxa pode proporcionar; me refiro ao bem-estar da humanidade como um todo. Perdi as contas de quantas piadinhas on-line li esses dias ironizando o tal trouxa. Pior ainda: ficou claro que …

0 11.5k

  Ultimamente tem muita gente falando sobre responsabilidade afetiva com o outro. Acho ótimo que tenham começado a entender o que a raposa do Pequeno Príncipe disse lá na década de quarenta. Essa compreensão do “tu te torna eternamente responsável por aquilo que cativa” demorou quase tanto quanto o amor da minha vida pra chegar, …

0 33.7k

Odeio acúmulos. Não sei lidar com excessos, com coisas acumulando poeira, com histórias guardadas e ocupando o espaço de gavetas, armários e coração. Não. Prefiro o pouco. Vira e mexe paro a rotina para me desfazer de tudo e deixar a casa e a alma leve. Os olhos agradecem, depois. O coração, que pulsa tranquilo, …

0 4k