Tudo pode dar certo


[Você pode ler este texto ao som de It Means Nothing]

Tem pessoas que gostam de arriscar. Eu sou mais do tipo que vai nas escolhas certas. Por exemplo, quando quero comer pizza, sempre peço o mesmo sabor na mesma pizzaria. Me sinto melhor fazendo coisas que eu já espero o resultado do que arriscando algo novo. E é por isso que quando preciso entender um pouco desse caos ordenado que é a vida eu pego um filme do Woody Allen pra ver. Ele sempre acerta.

E hoje eu estava me perguntando como nós dois podemos dar tão certo sendo tão diferentes. Quer dizer, você é sexta-feira e eu gosto de ler quadrinhos. Eu seguro minhas fichas, você, all in. Eu sou estátua, você liberdade. Como foi que eu e meus óculos de armação pesada fomos acabar com uma garota tão leve como você.

Eu e você: fogo e gelo. #entretodasascoisas #douglascordare

A post shared by Entre Todas as Coisas (@entretodasascoisas) on

Peguei um DVD na estante pra buscar a resposta. Em um filme, Woody diz pela boca de um personagem que se você precisar enumerar uma lista racional de motivos pra justificar seu amor por alguém, você está fazendo isso errado. E eu concordo. Meu sentimento por você não tem razão, fração ou subtração. Acredito que o amor deve ser assim, sem motivo e sem medida.

Suas amigas dizem que eu sou diferente dos caras que você costumava sair, meus amigos dizem que eu não vou dar certo com uma garota tão mente aberta como você. Eu digo que estamos felizes e que isso (além desse seu par de olhos) é a única coisa que importa. Se o nosso maior problema for escolher que música vamos escolher para transar então eu acho que estamos muito bem.

Eu poderia encontrar um mil pontos divergentes com você, mas só preciso de um ponto em comum para estar contigo. E temos esse um motivo: funcionamos, eu e você. De um jeito improvável, injustificável e único nós funcionamos. E sim, talvez nossas diferenças sejam mesmo enormes, mas nós dois somos maiores e melhores que elas. Isso é tudo que precisamos, meu bem. Tendo isso, tudo pode dar certo.

doug

*Para fins de direitos autorais, declaro que as imagens utilizadas neste post não pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente com nosso contato. Atenderemos prontamente.

-

Você também pode gostar desse assunto. Assista ao vídeo abaixo:

Comentários