Não se preocupa, eu vou me desapaixonar por você


Me apaixonei por você desde o primeiro momento que te vi. Não duvide. Não é exagero.
É que aprendi a me apaixonar loucamente e desapaixonar no dia seguinte. Calejei meu coração e hoje ele infla e esvazia as expectativas como quem enche bexigas.

Mas me apaixonei por você. Me perdi nos seus olhos e desejei passar todas as noites da minha vida enrolando meus dedos nos seus cachos até dormir exausta e satisfeita.

Lembro claramente do momento que te vi e decidi que, em meio a tantos outros, eu me apaixonaria por você aquela noite. Sem medo e sem preocupações. Quando o sol nascer, eu desapaixono.

Depois de um tempo de encontros e desencontros, de começos e recomeços, tantas e tantas vezes, a gente aprende a cair de pé. E felinos, somos mais fortes. Meu coração incansável passou a ser leviano. Se derretia como manteiga a cada paixão de uma noite.

E lá estávamos nós de novo, eu e ele derretidos por você. Olhar fixo na sua boca. Desejando beijos. Planejando futuros.

Não tenho dúvidas de que me apaixonei a primeira vez por você naquele primeiro segundo em que te vi. Mas a surpresa veio depois, quando não me desapaixonei. Segui me apaixonando todos os dias. Teimosamente.

Cada sorriso roubado, cada gargalhada sincera. Você me faz bem. Um bem enorme que não me permite fugir da paixão dos seus braços, da paixão dos seus beijos e mordidas.

E agora sigo assim, me apaixonando à primeira vista todos os dias, amando pra sempre. Sem medo e sem preocupações.

-

Você também pode gostar desse assunto. Assista ao vídeo abaixo:

Comentários