Posts in category

Sem Categoria


Talvez tivesse sido mais fácil se a ausência fosse prematura e constante: é mais simples não sentir falta do que nunca se teve. O “problema” é que ele foi perfeito – no melhor estilo comercial de margarina – por muito tempo. Ele está presente nas minhas melhores lembranças, nos risos mais altos, nas melhores descobertas …

0 3k

Pegavam-se como se estivessem se complementando, algo como fogo e ar, alimentavam-se de si. Língua, mãos, pés e dedos confundiam-se numa coreografia pouco ensaiada. Era um pouco risível se visto de fora, mas tinha energia, vontade e desejo, afinal, não é das coisas mais fáceis quem tenta manter um beijo e tirar a calça ao …

0 327

Quando você chamou o coleguinha de classe de bixinha, você matou 1. Quando você parou de falar com o amiguinho afeminado porque não ia pegar bem andar com ele, você matou 2. Quando você começou a falar palavrão e viado, boiola, bixa, sapatão e travesti se tornaram suas formas de ofensa mais recorrentes, você matou …

0 1.3k

Elas sabem. Elas sempre sabem, sabem exatamente onde dói, seja por dentro ou por fora. Conhecem todas as nossas caras, vontades e gritarias. E “porque não” sempre será resposta, e isso é tão incontestável quanto a sentença de um juiz. Queira você ou não, elas têm toda a razão. As detentoras da verdade absoluta possuem …

0 2.8k