Posts in category

Sem Categoria


[Você pode ler este texto ao som de God of Wine] Eu tô tentando acordar todo dia cedo, passar o café, forrar a mesa, ter alguma ordem de hábitos na vida e voltar pro quarto porque eu sempre esqueço de arrumar a cama, mas eu tô tentando. Eu tô tentando não pensar no casamento do …

0 44

[Você poder ler este texto ao som de Feita Pra Fugir] Conheci uma menina que sorria com os olhos. Ela tinha um jeito diferente, algo de intenso e delicado que se harmonizava a ponto de parar um furacão num estalar de dedos se ela assim quisesse. Dona de uma beleza rara e intensa, que parecia …

0 56

Não tenho certeza se era em um sábado de agosto ou numa segunda-feira de setembro que te vi pela primeira vez. Não sou bom nessas coisas de datas, você sabe. Mas sou bom em lembrar que você estava com sua cara emburrada de sempre, cara de quem não se abre facilidade com ninguém. Só eu …

0 42

Talvez tivesse sido mais fácil se a ausência fosse prematura e constante: é mais simples não sentir falta do que nunca se teve. O “problema” é que ele foi perfeito – no melhor estilo comercial de margarina – por muito tempo. Ele está presente nas minhas melhores lembranças, nos risos mais altos, nas melhores descobertas …

0 45

Pegavam-se como se estivessem se complementando, algo como fogo e ar, alimentavam-se de si. Língua, mãos, pés e dedos confundiam-se numa coreografia pouco ensaiada. Era um pouco risível se visto de fora, mas tinha energia, vontade e desejo, afinal, não é das coisas mais fáceis quem tenta manter um beijo e tirar a calça ao …

0 45

Quando você chamou o coleguinha de classe de bixinha, você matou 1. Quando você parou de falar com o amiguinho afeminado porque não ia pegar bem andar com ele, você matou 2. Quando você começou a falar palavrão e viado, boiola, bixa, sapatão e travesti se tornaram suas formas de ofensa mais recorrentes, você matou …

0 43

Elas sabem. Elas sempre sabem, sabem exatamente onde dói, seja por dentro ou por fora. Conhecem todas as nossas caras, vontades e gritarias. E “porque não” sempre será resposta, e isso é tão incontestável quanto a sentença de um juiz. Queira você ou não, elas têm toda a razão. As detentoras da verdade absoluta possuem …

0 50