[Você pode ler este texto ao som de The One] Quando seu olhar atravessou o meu no meio daquela multidão movimentada foi que eu senti uma coisa estranha palpitar aqui dentro implorando pra que eu corresse até você e me apresentasse antes que a multidão fizesse a gente se perder antes mesmo de ter se …

0 288

[Você pode ler este texto ao som de High Hopes] Ouvi dizer por aí que você desatou a gente e que meu olhar tem um quê de saudade.  Dizem por aí que a minha alma sangra por você em uns textos que eu escrevo e que eu nem sinto, mas que todo verso e toda …

1 181

[Você pode ler este texto ao som de Cigarettes & Chocolate] Hoje eu esbarrei com você enquanto atravessava uma avenida movimentada em passos acelerados, mas não foi igual aos outros esbarrões. Não foi igual ao dia em que eu te busquei no terminal cinco e você veio correndo pra gente se abraçar no saguão alinhando …

1 201

Viro o copo inteiro de cerveja pra ver se encontro um jeito de me virar sem você. Acho que isso tudo é desculpa pra não precisar parar em casa e ser pego de surpresa pelos detalhes teus, enquanto o silêncio me devoraria centímetro por centímetro. É que não há uma mesa de bar nessa cidade …

0 240

Me bateu um sentimento gigante de impotência hoje mais cedo quando eu despenquei com a cabeça no travesseiro, que você pediria pra eu deixar pra lá, que você dá um jeito de conviver com o teu céu que anda cinza. Mas é que eu sinto uma mão pressionando o meu peito por ver você desse …

0 258

[Clique aqui e escute a narração de Olivia Dias] Hoje me bateu um vazio estranho aqui dentro e isso tá acabando comigo, sabe? Eu invento pra você e pros outros um discurso que vou bem, tô bem, que é só cansaço, e que depois eu durmo e me livro dele. Mas é mentira, não me livro …

1 274

[Você pode ler este texto ao som de As Much As I Ever Could] Sentei no limbo e, após esses meses todos e alguns engradados tomados enquanto refletia sobre umas tantas coisas entre mim e você, percebo que nem sempre o limbo é suficiente. Foram uns meses todos entorpecido. Nem um, nem dois. Alguns. Na …

0 310

[Você pode ler este texto ao som de Wicked Games] Foi quando você me olhou e pediu calma. Disse que a tempestade hora ou outra passa ou a gente se acostuma com o escuro e aprende a conviver. A dor uma hora começa a fazer parte da gente e não dá nem pra perceber, e …

0 329

Dia desses estava conversando com o Daniel (Bovolento), que assina esse blog, sobre essas coisas que a gente escreve e chegamos a conclusão de que temos algo em comum: pecamos pela repetição exagerada de vez em quando. Explico: quando alguma coisa ou algum texto dá certo, a gente se apega tanto ao texto que procura …

0 204