A gente vai se machucar. Não é preciso ser vidente nem nada do gênero para entender que, cedo ou tarde, algum coração vai sair sangrando. Não, eu não estou sendo pessimista, só estou te avisando de um fato que, inevitavelmente, vai acabar acontecendo. Foi dia desses, entre um diálogo e outro, que a frase veio na minha cabeça como um gritante alerta vermelho: vocês vão se machucar. E vai doer pra caralho.

 De verdade? Não quero. Nem sair machucada, nem ferir ninguém. Mas acho que a rotina se encarrega dessa merda toda, mesmo sem querer. Basta uma frase mal colocada, uma vírgula fora do lugar, um abraço que demora a chegar e pronto. Uma feridinha quase imperceptível se abre no coração. Não sei dizer quantas noites dormi miúda por causa de um ponto final antes do prazo. Não sei dizer quantos dias você acordou murcho por causa de uma frase mal interpretada. São mágoas à toa, que ignoramos com maestria. Até quando?

Eu sei que a gente vai se machucar. Não quero, mas vai acontecer. Eu vou demorar demais para te responder e isso vai doer de alguma forma. Você vai decidir seguir sozinho e isso vai doer de alguma forma. Estamos numa fase de fingir que está tudo bem, mas todo o enredo já machuca, de alguma forma. É o amanhã que tarda a chegar, a rotina que nos engole e afasta..

Eu sei que a gente vai se machucar. E quando acontecer… Desculpa.