Gente que é ruim de cama


Tem coisa mais idiota do que as listas do tipo “sinais de que ele/ela é ruim de cama” ou “descubra se você é ruim de cama”? Como se ser “ruim de cama” fosse uma condição eterna da qual não se consegue fugir. E por acaso o “bom de cama” é bom sempre? Toda vez? Não falha nunca? Nunca está cansado, preocupado ou angustiado com coisas da vida?

Todo mundo tem o direito de ser ruim de cama uma vez ou outra, todo mundo tem o direito de ser inexperiente, de ter vergonha de se abrir de primeira com a outra pessoa ou simplesmente no meio da transa lembrar que não pagou a conta do gás e se desconcentrar totalmente. Ninguém tem obrigação de ser um fornecedor infinito de sexo incrível.

E olha, se você ainda não sabia, eu vou te falar a verdade: nem todo sexo será incrível e um dia você vai ser o ruim de cama da vez. E quer saber? Tá tudo bem! Porque isso acontece.

Então agora que você descobriu que também está sujeito a ser o responsável pela transa meia-boca, que tal ter mais empatia pelos “ruins de cama” que passaram pela sua vida? Que tal não ficar gritando aos quatro ventos que o fulano é péssimo, que a beltrana não sabe o que fazer com as mãos e o ciclano não durou nem dois minutos? Que tal a gente não ficar expondo as falhas sexuais dos outros por aí? Vamos ter mais respeito pelo colega de sexo e lembrar que ele também é um ser humano e não uma máquina programada para nos satisfazer.

E se a sua vida se cruzou com a de uma pessoa que você adorou bater papo, curtiu demais aquele cinema e amou o barzinho a dois, mas na hora de cair na cama você odiou tudo o que aconteceu por lá, que tal dar uma segunda chance ao sujeito? Ao invés de decretar que ele/ela é ruim de cama e ir em busca dessa pessoa-delírio que vai te satisfazer 24 horas por dia, tenta de novo. Foi ruim de novo? Bora conversar sobre isso. Fala o que você gosta, suas posições preferidas, o ritmo que você curte. Não desista de uma personalidade bacana por causa de um corpo em desequilíbrio. Tem gente que só precisa de uns toques e um papo pra te surpreender em cima da cama (e do sofá, do banco de trás do carro, do tapete, no chão).

Sabe como eu chamo o sexo meia-boca? Sexo fuén! Quer ouvir mais sobre isso? Então clica aí nesse vídeo do Kama Sussa sobre sexo fuén e gente “ruim de cama”. Certeza que você vai curtir!

Comentários