[Você pode ler este texto ao som de Such Great Highs]

Precisamos conversar. Eu e você, como não fazemos há algum tempo. Sem sarcasmo, eu prometo. Eles falam que você tá sempre por aqui mesmo, não é? Então fica à vontade. Quer uma cerveja? Tem na geladeira.

É sobre ela.

Hoje eu acordei no meio da noite com o som leve da respiração dela ao meu lado. Não foi a primeira vez, mas acho que nunca vou me acostumar. A franja caindo sobre os olhos, a boca entreaberta e a expressão leve…é como se todas as notas de “Something” dos Beatles tivessem se juntado e resolvido dormir ao meu lado.

Você sabe dizer se ela também sonha comigo? Claro que sabe, mas deixa para lá, prefiro não saber. Eu ia fazer alguma coisa quando levantei. Tomar um remédio? Um copo d’agua? Não importava mais, o mundo estava ali no quarto e qualquer segundo que eu passasse fora dele seria perda de tempo. Por isso te chamei aqui a essa hora. Porque a verdade, cara, é que eu te devo uma.

Eu não sei o que você fez com essa menina, sinceramente, mas você fez muito certo. Eu poderia passar a noite toda aqui falando do quanto ela é incrível, no sentido literal mesmo, em como é difícil de acreditar que exista alguém como ela num mundo tão errado quanto o nosso. Mas acho que você deve ter um monte de coisas para fazer, né? Vamos ser diretos.

Te chamei aqui para abrir o jogo, ser sincero e contar que. Que apesar dos olhos, do sorriso e das pernas, o que eu mais gosto nela é o jeito que faz eu me sentir, só por estar ali comigo. Que ela já é tão marcante na minha história quanto o meu primeiro beijo, ou o primeiro sexo. Ela é o meu primeiro amor, e sinceramente, espero que o último.

Com ela eu sinto que finalmente estou em casa.

Então, aqui entre nós, eu proponho uma trégua. Sei que eu e você temos nossas questões, que não costumamos conversar muito e que na maioria das vezes sequer acredito em você. Mas, Deus, só dessa vez, só por hoje, por poder acordar ao lado dessa menina, obrigado.

Obrigado por ela.

doug

*Para fins de direitos autorais, declaro que as imagens utilizadas neste post não pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente com nosso contato. Atenderemos prontamente.