[Você pode ler o texto ao som de Heaven]

Acho que todo mundo tem daquelas coisas que admira e sente vontade de entender mais sobre, mas nunca realmente se dedica em aprendê-las. Pode ser vinho para algumas pessoas, cinema para outras ou até mesmo um idioma especifico. Já eu comprei uns livros pra ver se conseguia me aprofundar um pouco mais em filosofia. Numa dessas, Sartre me disse que “O Inferno são os outros.”

Hoje, depois do dia mais longo que uma agência de publicidade já viu, eu recebi uma foto sua. E percebi que o Paraíso também podem ser os outros.

Minha parte favorita do dia são os primeiros momentos depois de acordar, quando eu abro os olhos e lembro que, apesar de todos os revezes, eu tenho você comigo. Buscar uma camisa minha no armário e ter o seu perfume é motivo de agradecimento, ir até a cozinha e encontrar a marca do seu batom vermelho numa caneca de café pela metade é um privilégio. Sentir a sua cabeça descansando no meu ombro é algo mais honroso que uma condecoração de cavaleiro britânico. Cada detalhe do seu corpo, cada sinal, cada pequena e singela marca me encanta. Eu gosto até das suas cicatrizes.

Contigo, eu consigo gostar de segundas-feiras e até poetizo domingos. Faço hora-extra no trabalho sem reclamar e não me importo se o Vasco perdeu mais uma. Seu toque me acalenta, sua voz me faz esquecer de todo e qualquer problema e sua boca me dá motivos, a cada beijo, para seguir em frente. Eu juro que é quase possível ver o próprio sol nascendo nos seus olhos em manhãs frias.

Com você eu me sinto melhor do que eu jamais fui e minha avó, que é daquelas senhorinhas que não perdem a missa de domingo, me disse que é exatamente assim que se sente quando está no Paraíso. Ela também me disse, no entanto, que é um lugar infinito e inalcançável para mortais pecadores. Eu tenho a prova de que ela estava errada: o Paraíso é de fácil acesso e de medidas bem definidas. O meu Paraíso, por exemplo, tem longos cabelos ruivos, um sorriso encantador e mede só um e cinquenta e nove. Também tem um nome. Também é você.

doug

*Para fins de direitos autorais, declaro que as imagens utilizadas neste post não pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente com nosso contato. Atenderemos prontamente.