Eu poderia te desejar muitas coisas. Um prêmio bem grande na loteria, por exemplo. Essa é uma coisa legal de se desejar, você há de concordar comigo. Poderia te desejar saúde também, porque o resto a gente meio que corre atrás. E felicidade, e amigos sinceros, e notas legais na faculdade, e noites de sexo sensacionais, e alegria, e momentos inesquecíveis. E tristeza. Não estranhe, eu poderia te desejar tristeza também. Bem pouquinho, quase nada, só para você saber valorizar todas as outras coisas boas.

Eu poderia desejar que você me esquecesse. Que deixasse de lembrar que eu costumava puxar seu cabelo bem forte na hora H. E que te arranhava sem dó, querendo sentir como você era inteirinho meu. Ainda que, no fundo, você nunca tenha sido nada além de só seu. E eu nunca tenha sido nada além de uma garota problemática que sabe se entregar tão bem ao sexo, mas não entende nada de sentimentos reais.

Carinho, também. Eu desejaria a você carinho. Em doses cavalares. Para curar as feridas abertas que eu deixei aí quando saí. Alguém há de ter, eu juro. Aquela coisa que você vivia procurando em mim e não achava. Aquilo tudo que você via em mim e não existia. Alguém tem. E eu te desejo isso: alguém que tenha.

karine2

No fundo, você merece o mundo. E eu sei disso. Sei tanto disso que uma parte de mim queria mesmo era te merecer. Mas, ah!, a vida tem dessas de cruzar os caminhos de pessoas legais com os de pessoas que não prestam. E eu nunca fui um exemplo de pessoa nessa vida. Eu nunca fui a princesinha do castelo, cara. Mas eu gostei de você. Do meu jeito todo torto, mas sincero. Sincero pra caralho.

É por isso que eu ainda te desejo. Não só carne na carne, como você deve estar pensando aí (ainda que meu telefone continue o mesmo e minha cama continue vazia, se você quiser). Eu ainda te quero, é isso que quero dizer. Te quero muito bem. Entende?

Se eu fosse dizer a lista completa de todos os desejos que destino a você, eu não acabaria hoje. Nem amanhã, nem tão cedo. Todos desejos bons, prometo. Como, por exemplo, que eu nunca tivesse passado pela sua vida e feito o estrago que fiz. Te juro, ninguém gosta de saber que partiu o coração de outra pessoa. E eu não queria ter te magoado tanto assim. Não queria ter sido aquela que não sabia amar.

Mas se eu tivesse que escolher um só desejo, eu desejaria isso: amor. Não só amor romântico, apaixonado, louco, intenso. Amor, sabe? Dos seus amigos, da sua família, de todas as centenas de pessoas que você conhece, dela. Dela, querido. Desejo muito amor dela, que ainda nem apareceu. Porque eu te desejo puro amor. De todas as coisas do mundo, amor e amor e amor e amor. Do jeito que tiver que vir. Apesar das tristezas, das feridas e das cicatrizes que não somem. Apesar de pessoas como eu que quebram tudo. Desejo amor. “Que ainda exista amor pra recomeçar”. Sempre.

KARINE